As viagens constantes aos WC durante a noite, mais do que um incómodo, podem ser sinal de outra coisa, revelam os dados de um novo estudo. Podem significar que sofre de pressão alta.

“O nosso estudo indica que, se precisar de urinar durante a noite – a chamada noctúria – pode ter pressão arterial elevada e/ou excesso de líquidos no corpo”, afirma Satoshi Konno, autor do estudo Watari, apresentado no 83º Encontro Científico Anual da Sociedade Japonesa de Circulação.

“Se continuar a ter noctúria, pela ao seu médico para verificar a sua pressão arterial e ingestão de sal.”

Relação comprovada

Investigações anteriores, realizadas no Japão, associaram uma elevada ingestão de sal à noctúria. Este estudo pretendeu agora avaliar outra relação, a das idas frequentes à casa de banho com a hipertensão na população japonesa em geral.

Para isso, envolveu 3.749 residentes de Watari, a quem foi medida a pressão arterial e recolhidas informações sobre a noctúria através de um questionário. 

E os dados confirmaram a teoria: a noctúria (um ou mais eventos de noctúria por noite) foi significativamente associada à hipertensão após o controle de possíveis fatores de confusão.

“Descobrimos que levantar-se durante a noite para urinar estava associado a uma probabilidade 40% superior de ter hipertensão”, afirma Konno. “E quanto mais visitas ao WC, maior o risco de hipertensão.”

Dos 1.882 participantes que responderam ao questionário, 1.295 (69%) apresentaram noctúria. Konno refere que os resultados não provam uma relação causal entre a noctúria e a hipertensão e podem não ser replicáveis em todas as populações, mas ainda assim fica o alerta.

De acordo com Barbara Casadei, da Sociedade Europeia de Cardiologia, “mais de mil milhões de pessoas têm pressão alta em todo o mundo. A hipertensão arterial é a principal causa global de morte prematura, responsável por quase dez milhões de mortes em 2015”.

Por isso, as diretrizes da Sociedade recomendam o uso de medicamentos para reduzir o risco de AVC e doenças cardíacas. “Um estilo de vida saudável também é recomendado, incluindo restrição de sal, moderação do consumo de álcool, alimentação saudável, exercícios regulares, controlo de peso e cessação do tabagismo”.