Perante o aumento exponencial de novos casos de Covid-19 a que temos assistido nas últimas semanas, a Joaquim Chaves Saúde inicia uma nova fase de testagem para um regresso às aulas em segurança, no âmbito da sua parceria com o Ministério da Educação. Neste sentido, e para um controlo na evolução epidemiológica, vão ser realizadas testes rápidos até ao dia 21 de janeiro, ao pessoal docente e não docente.

À semelhança do que se verificou em setembro, esta ação surge no âmbito de um projeto coordenado pela Associação Nacional de Laboratórios Clínicos, da qual o Laboratório Joaquim Chaves é associado. Nesta nova fase, a Joaquim Chaves Saúde irá realizar testagens em mais de 300 escolas básicas e secundárias, do ensino público e privado, de norte a sul do País.

Para Pedro Registo, Diretor de Operações dos Laboratórios da Joaquim Chaves Saúde, “infelizmente, a pandemia não nos tem dado tréguas, pelo que, para que todos recomecem as atividades letivas de forma segura, é fundamental a realização de testes no regresso às aulas. Este novo momento de testagem da comunidade escolar está em linha com o trabalho que o Grupo tem realizado desde março de 2020 no combate a esta pandemia”, acrescentou ainda.