A segunda edição do concurso FERTILID’ART, uma iniciativa da Associação Portuguesa de Fertilidade, que desafiou a retratar o universo da fertilidade em formato de fotografia e vídeo, já tem vencedores. A entrega dos prémios teve lugar no Festival Internacional de Ciência (FIC.A), onde os seis vencedores, três na categoria de fotografia e três na de vídeo, foram conhecidos.

Isabel Afonso e Clara Parente foram as grandes vencedoras da segunda edição desta iniciativa, na categoria de fotografia e vídeo, respetivamente, tendo ambas recebido um prémio no valor de mil euros. 

Na categoria de fotografia e vídeo, em segundo lugar, com um prémio de 500 euros, ficaram António Coelho e Joana Costa, respetivamente.

Em terceiro lugar, com um prémio de 250 euros, ficou a fotografia da equipa composta por Joana Leal, Ana Medeiros e Beatriz Campos e o vídeo de Marta Fernandes.

O concurso decorreu entre maio e agosto de 2021 e contou com mais de 90 candidaturas, que foram analisadas em detalhe tendo em linha de conta a ligação com o tema da infertilidade, a capacidade de representação dessa mesma temática, a originalidade e a criatividade, a qualidade conceptual e técnica.

Para o júri do concurso Fertilid’art foi escolhido um grupo isento, constituído por um representante da Associação Portuguesa de Fertilidade (APFertilidade), da Escola Superior de Comunicação Social (ESCS), da Escola Profissional de Imagem (EPI), do IADE – Creative University, da World Academy e da Merck, que deu apoio à iniciativa.

A infertilidade é uma doença reconhecida pela Organização Mundial de Saúde, com uma prevalência que se estima atingir cerca de 10% a 15% da população em idade reprodutiva, afetando um número crescente de pessoas no mundo contemporâneo.