Pesquisas online sobre doenças cardiovasculares aumentam no inverno

procura por informações sobre doenças cardiovasculares

Quais os meses em que as pessoas mais recorrem online para encontrar informação referente às doenças cardiovasculares? A resposta é dada por um estudo, que confirma a existência de um forte padrão sazonal na procura por estes dados no Google.

É no inverno que as pessoas mais vão à Internet para procurar dados sobre este tema, revela o trabalho, da autoria de especialistas da Universidade de Wisconsin, nos EUA, e realizado naquele país. 

“Os dados de pesquisa da Internet podem fornecer informações em tempo real sobre as doenças cardiovasculares na comunidade”, explica o investigador principal, Nilay Kumar, que reforça que estas são a principal causa de morte em todo o mundo.

Esta sazonalidade já foi descrita em vários países. Agora, os dados do Google Trends, um repositório de dados de pesquisa online disponibilizados publicamente pelo Google, referentes a dez anos de buscas para 28 termos de pesquisa relacionados com as doenças cardiovasculares, demonstram que o volume de pesquisa é 15% mais elevado no inverno.

Quando agregados para toda a população, estes dados podem fornecer informações sobre o interesse da população em determinados assuntos. Picos de interesse em certos tópicos relacionados com a saúde podem estar associados à atividade da doença no nível da comunidade, revelam os investigadores.

Usar os dados para reforçar a vigilância

“A ideia é usar big data, como os volumes de pesquisa, para aumentar os métodos tradicionais de vigilância das doenças cardiovasculares, fornecendo insights, em tempo real, sobre os interesses e comportamentos da população”, acrescenta o investigador sénior e co-autor, Carl J. Lavie.

Ver também: Nova calculadora ajuda a prever risco de doenças cardiovasculares

Posts relacionados