As crianças que frequentam o pré-escolar e têm por hábito ver televisão dormem menos do que aqueles que não o fazem. A garantia é dada por um novo estudo, realizado por especialistas da Universidade de Massachusetts Amherst, nos EUA.

Rebecca Spencer, neurocientista e Abigail Helm, estudante de ciências do desenvolvimento, confirmaram que 36% das crianças com idades entre os três e os cinco anos tinham televisão no quarto e um terço destas dormia com a TV ligada, assistindo muitas vezes a programas para adultos, com conteúdo estimulante ou violento.

Publicado na revista Sleep Health, o estudo sugere que o uso da TV por crianças pequenas afeta a qualidade e a duração do sono, medido pela primeira vez por um dispositivo que usa actigrafia, técnica para medir a frequência de movimentos corporais e a luminosidade, usado pelas como um relógio de pulso.

E, apesar da sesta aumentar nas crianças que viam mais TV, isso não compensava totalmente o sono perdido à noite.

“A boa notícia é que isso se pode resolver”, refere Spencer, referindo-se à oportunidade de educar os pais sobre a nova evidência de que a televisão não ajuda as crianças a dormir.

“Os pais até podem pensar que a TV ajuda os seus filhos a acalmarem-se. Mas não funciona. Estas crianças não estavam a dormir bem e isso não as ajudava a dormir melhor.”

OMS recomenda: o melhor é não ver televisão

As descobertas de Spencer e Helm seguem as novas diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), que defendem que as crianças entre os dois e os quatro anos não devem ter mais de uma hora de “tempo de ecrã sedentário” diariamente. Menos do que isso ou, idealmente, zero horas é ainda melhor.

Da mesma forma, a Academia Americana de Pediatria sugere a limitação do tempo diário de ecrã para crianças da mesma idade, que não deve ultrapassar uma hora, devendo ser composto por “programas de elevada qualidade”.

Menos TV, mais horas de sono

Foram, ao todo, 470 crianças a participar neste estudo. Os actígrafos foram usados durante 16 dias, tendo os pais e cuidadores respondido a questionários sobre a demografia, saúde e o comportamento das crianças, incluindo perguntas detalhadas sobre o uso da TV. 

E verificaram que as crianças que assistem a menos de uma hora de TV por dia têm mais 22 minutos de sono à noite, cerca de 2,5 horas por semana, do que aqueles que assistem a mais de uma hora diária de TV.

Em média, as crianças pequenas sem televisões nos seus quartos dormiam mais 30 minutos à noite do que as que tinham televisão no quarto.