Uma fotografia por dia… nem sabe o bem que lhe fazia

Por Saúde Mental

O que é que tirar fotografias tem a ver com o bem-estar? Tudo, garante um grupo de especialistas, que defende que tirar uma fotografia por dia e partilhá-la online pode fazer maravilhas pela saúde mental dos ‘fotógrafos’.

São muitos os que já o fazem, em espaços como o Instagram, uma rede social que partilha milhões de fotografias. E foi esse gesto de tirar uma fotografia todos os dias, a sua partilha e a forma como os autores interagiam com terceiros, que especialistas da Lancaster University e da University of Sheffield decidiram avaliar, uma análise feita ao longo de dois meses.

Cuidado pessoal, interação com a comunidade e o potencial de recordar são as vantagens das fotos diárias, identificadas pelos especialistas. Na prática, quando se pára e se olha para o que está à nossa volta em busca de algo diferente ou fora do comum, transforma-se esse num momento mindful, com efeitos positivos.

Construir significado

“O meu trabalho era muito stressante… Havia dias em que quase não conseguia parar para respirar fundo. E apenas a ideia de: oh, espera, vou parar e tirar uma fotografia a este inseto, que está pousado no meu computador, ou qualquer coisa do género, só esse momento é muito salutar”, referiu um dos participantes no estudo.

No que diz respeito ao contacto online, esta prática ajudou a gerir a solidão e a angústia, permitindo, ao mesmo tempo, conhecer pessoas novas, com interesses partilhados. Muitos dos participantes que já estavam reformados descobriram mesmo que o contacto estabelecido através de uma fotografia substituiu parte da conversa diária no escritório, que já não podiam ter.

As interações online criaram uma comunidade com base nas fotografias e no texto que as acompanha, usado para fornecer narrativas pessoais, recordações e explicações diversas. Ou seja, garantem os investigadores, “este torna-se um processo ativo de construção de significado, em que surge um novo conceito de bem-estar”.