rastreio ao cancro do colo do útero

‘Faz o rastreio’: campanha alerta para importância de detetar cancro do colo do útero

Por | Cancro

Não se sabe quantas mulheres, em Portugal, deixaram de ir ao seu médico e fazer o rastreio do cancro do colo do útero por medo do contágio da Covid-19. É neste cenário que a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) lança uma campanha de sensibilização para o rastreio do cancro do colo do útero, o segundo tipo de cancro mais frequente no sexo feminino a nível mundial e que, em 2018, causou 340 mortes em Portugal.

Ler Mais

Vitamina D

A vitamina D pode ajudar a mitigar os efeitos secundários da quimioterapia

Por | Cancro

Os doentes com cancro que o digam: a quimioterapia prescrita para matar as células cancerígenas pode ser tão ou mais debilitante do que a própria doença, trazendo consigo muitos efeitos secundários. Um deles é a inflamação dolorosa e ulceração do trato digestivo (mucosite), que atormenta os portadores de cancro há anos e para a qual atualmente não existe tratamento eficaz. Mas tudo pode mudar em breve devido à vitamina D.

Ler Mais

mutações genéticas no cancro do ovário

Informação sobre mutações genéticas e cancro do ovário ajuda a salvar vidas

Por | Cancro

Não é um dos tumores mais comuns, mas é um dos que mais mata. Os dados mais recentes confirmam que, em 2018, Portugal registou 574 novos casos de cancro do ovário, ano que se contabilizaram 412 mortes associadas a este tipo de tumor onde, em alguns casos, a hereditariedade pesa. É para ela e para as mutações genéticas que se alerta no âmbito do Dia Mundial do Cancro do Ovário, que se assinala esta sexta-feira (8 de maio).

Ler Mais