mutações BRCA

Dos doentes oncológicos e familiares que conhecem as mutações BRCA, apenas metade as associam ao cancro da mama

Por País

Nem todos os doentes oncológicos e os seus familiares já ouviram falar da forma como as mutações genéticas nos genes BRCA podem ter impacto no risco de cancro da mama. Mas dos que têm este conhecimento, ou seja, que sabem que elas existem, apenas cerca de metade (50,8%) as associa ao cancro da mama, revela um inquérito feito junto desta população, que confirma a necessidade de reforçar a informação.

Ler Mais