teletrabalho

Dia Mundial do Cérebro: a importância de controlar os fatores de risco cerebrovascular

Por Opinião

O Dia Mundial do Cérebro, uma iniciativa da Federação Mundial de Neurologia, comemora-se anualmente no dia 22 de julho. Este ano é dedicado a Esclerose Múltipla, doença inflamatória do sistema nervoso central, que afeta mais de 2.8 milhões de pessoas a nível mundial. O contributo dos fatores de risco cerebrovascular no prognóstico da esclerose múltipla vem sendo progressivamente demonstrado.

Ler Mais

teletrabalho

O seu cérebro está nas suas mãos, cigarro a cigarro (a menos)

Por Opinião

“A 31 de maio comemora-se o Dia Mundial Sem Tabaco. Apesar de todos os esforços feitos, por várias décadas, o consumo de tabaco, e os seus malefícios, mantêm-se como um problema ativo na população, causando a morte a mais de 8 milhões de pessoas por ano. Assim, este deverá ser o Dia Mundial da Luta Contra o Tabaco”, defende Daniela Santos Oliveira, membro do grupo de jovens médicos que dinamizam a Sociedade Portuguesa do AVC (J-SPAVC) e interna de Formação Específica em Neurologia no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga.

Ler Mais

teletrabalho

É melhor prevenir a hipertensão arterial do que remediar o AVC

Por Opinião

Em Portugal, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), o Acidente Vascular Cerebral (AVC) está na origem do maior número de óbitos, representando 9,8% da mortalidade em 2019. É igualmente reconhecido que a hipertensão arterial é o principal fator de risco modificável para as doenças cerebrovasculares, incluindo o AVC. Relacionando estes dois últimos factos, podemos caracterizar a hipertensão arterial como um grave problema de Saúde Pública, com o qual nos debatemos atualmente.

Ler Mais

teletrabalho

Objetivo de eliminar a tuberculose em 2030 “dificilmente será atingido”

Por Opinião

No âmbito do Dia Mundial da Tuberculose, assinalado a 24 de março, António Domingos, pneumologista e coordenador da Comissão de Trabalho de Tuberculose da Sociedade Portuguesa de Pneumologia, destaca as consequências que esta doença continua a ter a nível da saúde global, ao causar, todos os dias, a morte de cerca de quatro mil pessoas. Em 2019 foram dez milhões de mortes por tuberculose.

Ler Mais

teletrabalho

Sou alérgico à minha coluna?

Por Opinião

“Sofremos de dor de costas porque nos esforçamos de mais, por um lado, e também porque nos esforçamos de menos, decorrente da vida sedentária que atualmente temos.” Seremos alérgicos à nossa coluna, questiona Miguel Cordeiro, neurorradiologista de intervenção do Hospital Cruz Vermelha, que avança a resposta.

Ler Mais