consultas presenciais

Consulta quer ajudar na recuperação de quem mantém sintomas de Covid-19

Por COVID-19

À medida que se descobre mais informação e se desvendam os segredos escondidos pelo SARS-CoV-2, fica a certeza que a recuperação do vírus pode ser um verdadeiro desafio. É que embora muitos dos que enfrentaram o diagnóstico de Covid-19 tenham recuperado por completo, sabe-se que, para entre 10 a 30% dos infetados, os sintomas continuam a fazer-se sentir ao longo de semanas e até meses. Para estes, há agora uma consulta que pode ajudar.

Ler Mais

uso de máscara a bordo

83% dos que viajam de avião defendem continuação do uso de máscara a bordo

Por COVID-19

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) revela que, com base no seu último inquérito aos passageiros realizado em junho, a maioria dos viajantes aéreos está confiante sobre a segurança das viagens de avião e apoia o uso de máscara a bordo a curto prazo. No entanto, a maioria sente-se também frustrada com o “fator de incómodo” associado aos protocolos COVID-19, incluindo confusão e incerteza sobre regras de viagem, requisitos de testes e custos excessivos dos mesmos.

Ler Mais

complicações

Uma em cada duas pessoas hospitalizadas com COVID-19 desenvolve complicações

Por COVID-19

Um estudo que olhou para os dados de mais de 70.000 pessoas assistidas em 302 hospitais do Reino Unido descobriu que uma em cada duas hospitalizadas com COVID-19 desenvolveu pelo menos uma complicação. O novo estudo, publicado no The Lancet, é o primeiro a avaliar sistematicamente uma série de complicações hospitalares e as suas associações à idade, sexo e etnia, e resultado para os doentes.

Ler Mais

fertilização in vitro

Infeção por COVID-19 não afeta probabilidade de sucesso da fertilização in vitro

Por COVID-19

Só agora, mais de um ano após as taxas de infeção por Covid-19 terem atingido os níveis máximos e sabendo que os recetores para SARS-CoV-2 estão presentes no ovário, é possível avaliar o efeito do vírus na função reprodutiva. E um novo estudo traz boas notícias: a reserva ovárica das mulheres previamente infetadas com o vírus não foi afetada e a probabilidade de sucesso de um tratamento de fertilização in vitro permanece igual ao que era antes da infeção. 

Ler Mais