Teva

Teva Portugal tem uma nova diretora-geral

Por | País

A Teva Portugal tem uma nova diretora-geral. Desde o primeiro dia deste ano que Marta González Casal, atualmente diretora sénior de Marketing, Portfolio & Digital da Teva Espanha, substitui Mário Madeira, recentemente nomeado APAC Cluster Head e General Manager da Tailândia, reportar diretamente a Carlos Teixeira, Cluster General Manager de Espanha e Portugal.

Licenciada em Engenharia Industrial pela Universidade Pontificia de Comillas-ICAI, Marta González Casal começou a sua carreira profissional em 2003 como consultora na DMR Consulting.

Em 2004 ingressou na IMS Health, atualmente IQVIA, empresa onde passou 11 anos, ocupando diferentes cargos seniores, incluindo o de diretora, a sua última posição, antes de ingressar na Teva Espanha, em setembro de 2015, como Diretora de Planeamento Estratégico.

Ao longo dos últimos quatro anos, Marta González Casal desempenhou na TEVA um papel relevante na tomada de decisões estratégicas tão importantes como a implementação de projetos de desenvolvimento de negócios, posicionamento de produtos, planeamento estratégico, bem como na otimização contínua de recursos a nível estratégico para o desenvolvimento de estratégias digitais, visando aumentar a eficácia de ações comerciais e de marketing da companhia, contribuindo para que esta se posicionasse como uma referência nesta área.

Além da capacidade de implementação de planos estratégicos, Marta González Casal revelou ainda uma grande capacidade de liderança. Estes são fatores fundamentais que irão contribuir para uma bem-sucedida concretização dos objetivos de negócios para os próximos anos no seu novo cargo de General Manager da TEVA Portugal.

violência contra os profissionais de saúde

Saúde vai ter gabinete de segurança

Por | País

Até ao fim de setembro de 2019 foram reportados quase 1.000 casos de violência contra profissionais de saúde no local de trabalho, revelam os dados do Governo. Números que têm vindo a aumentar e que justificam a criação do agora anunciado gabinete de segurança na saúde, na dependência da Ministra da Saúde, que aposta numa abordagem mais sistemática dos problemas da violência contra quem trabalha nas instituições de saúde.

Ler Mais

interrupções da gravidez

Interrupções de gravidez estão a cair desde 2011

Por | País

Em 2018, realizaram-se em Portugal 14.928 interrupções de gravidez, 10.650 das quais em serviços públicos e 4.278 em serviços privados, revelam os dados oficiais. Em 2015, 2016 e 2017, o número de interrupções tinha sido, respetivamente, 16.652, 15.959 e 15.518, confirmando 2018 a tendência decrescente que se tem observado desde 2011. 

Ler Mais

Portugal sem estratégia de medicina de precisão, que assegure rapidez e eficácia dos diagnósticos

Por | País

É um conceito cada vez mais na ordem do dia, até porque nunca como agora foi tão claro que o estado de saúde de cada indivíduo depende de múltiplas variáveis. Porque o mesmo tratamento não serve para todos, a medicina de precisão, que o aborda, assim como à prevenção tendo em conta essas especificidades, tornou-se o futuro da medicina, um futuro cada vez mais presente. É assim na Europa e fora desta, mas não é ainda assim em Portugal, onde não existe uma estratégia nacional para a sua implementação. 

Ler Mais