Têm sido vários os estudos a debruçar-se sobre o tema e a tentar responder à questão: será a solidão a levar ao abuso de substâncias, como o tabaco, ou é o abuso de substâncias que leva à solidão? É quase como o dilema da galinha e do ovo, incapaz de gerar consensos. Ou pelo menos era, uma vez que um novo estudo parece ter decifrado o enigma.

Publicado na revista científica Addiction, o trabalho, da autoria de investigadores da Universidade de Bristol encontraram, no Reino Unido, encontraram evidências de que é a solidão que parece levar a uma maior probabilidade de fumar.

Utilizando um novo método, os especialistas verificaram que “a solidão leva ao aumento do tabagismo, com maior probabilidade de as pessoas começarem a fumar, fumarem mais cigarros e uma menor probabilidade de pararem de fumar”, confirma a coautora principal, Robyn Wootton.

Descobertas que refletem as tendências observadas durante a pandemia, por exemplo, no Reino Unido, onde se estima que 2,2 milhões de pessoas estejam a fumar agora mais do que antes do confinamento.

No entanto, o estudo sugere ainda que começar a fumar aumenta a solidão dos indivíduos.

“A nossa descoberta de que fumar também pode levar a mais solidão vai ao encontro de outros estudos recentes, que identificaram o tabagismo como um fator de risco para problemas de saúde mental. Um potencial mecanismo para esse relacionamento é que a nicotina interfere com neurotransmissores como a dopamina no cérebro”, refere Jorien Treur, autor sénior do estudo.

Para Deborah Arnott, diretora executiva da britânica Action of Smoking & Health (Ação para Tabagismo e Saúde), “se as pessoas solitárias têm maior probabilidade de começar a fumar e têm mais dificuldade em parar, têm um risco maior de sofrer os danos causados ​​pelo fumo. O tabagismo é a principal causa de morte prematura evitável, com 30 vezes mais pessoas a morrerem com doenças graves relacionadas com o tabaco, como cancro, doenças cardíacas e respiratórias”.

Ainda de acordo com a especialista, “esta investigação destaca a necessidade de os fumadores que sofrem de solidão receberem apoio para parar, para melhorar não apenas a sua saúde e bem-estar, mas também para ajudar a reduzir a sua solidão”.