escritórios saudáveis

Escritórios saudáveis podem aumentar produtividade em mais de 60%

Por Bem-estar

Para que se possa aumentar a produtividade no local de trabalho é preciso que as pessoas se sintam bem. Uma premissa que serviu de fio condutor a um estudo espanhol, que conclui que escritórios mais saudáveis podem aumentar a produtividade dos funcionários e o seu bem-estar.

Contas feitas, a presença de luz e vegetação nos escritórios fez aumentar em 9,9% a eficácia nas tarefas produtivas, em 15,5% o bem-estar físico, em 26% a atenção ao trabalho, tendo reduzido em 11,9% a sensação de trabalho.

O poder da natureza

Juntamente com um grupo de investigadores japoneses, cientistas da Universidade Politécnica de Madrid decidiram criar uma ferramenta para quantificar as melhorias na produtividade e no bem-estar em ambientes de trabalho, validada com recurso a uma experiência.

Publicado na revista científica Energy and Buildings Journal, o estudo parte do princípio que o design biofílico – a natureza aplicada aos escritórios – dá resposta à necessidade inerente do ser humano estar em contacto com a natureza, conseguindo, graças a isso, melhorar o seu desempenho laboral.

Assim sendo, foi possível confirmar que aqueles que trabalhavam num espaço onde era visível a presença da natureza revelaram ser mais criativos, tendo sido menores os sintomas negativos em relação ao espaço.

O que sugere que a vegetação e a luz natural podem desempenhar um papel importante na saúde e na função cognitiva das pessoas, e ambas podem ser avaliadas através da medição de parâmetros psicológicos e fisiológicos.

Maior produtividade, maior bem-estar

No que diz respeito à produtividade, o uso de luz natural fez aumentar os bons resultados em tarefas criativas e, através da ativação do sistema nervoso simpático, reduziu a sensação de fadiga e a carga de trabalho.

À melhoria da criatividade junta-se uma relação positiva entre a vegetação e a satisfação com a temperatura: apesar de todos os participantes estarem sob as mesmas condições de temperatura ambiente, o design biofílico fez com que a perceção de conforto térmico fosse diferente. 

Não é só a luz natural que tem impacto no que as pessoas sentem. Também a vegetação é capaz de o fazer, diminuindo em 6% a percentagem dos que se diziam sonolentos no período da manhã e 9% no período da tarde.