centro de referência

Portugal vai ter maior centro de referência em cardiologia da Península Ibérica

Por País

O Hospital da Cruz Vermelha vai dar início às obras do novo centro de referência na área de cardiologia ainda este ano. Trata-se de um centro vocacionado para a prevenção, diagnóstico precoce, tratamento e reabilitação de doenças cardiovasculares crónicas e agudas, o maior centro de referência da Península Ibérica na área.

Numa altura em que se prepara para um grande crescimento na oferta de serviços de cardiologia, a instituição assume nova administração para exercer funções até 2021.

A exercer funções desde maio, a nova administração do Hospital Cruz Vermelha é composta por  Teresa Magalhães, no cargo de Presidente da Comissão Executiva, e por Teresa Cotta Dias e Diogo Faria, no cargo de vogais executivos.

Nova administração liderada por Teresa Magalhães

“Iremos garantir que o Hospital mantém o seu trabalho de excelência na prestação dos cuidados de saúde, com inovadores meios técnicos e corpo clínico sólido de renome, nas variadas especialidades médicas. Todas os nossos esforços e atualizações visam, como objetivo primeiro, satisfazer as necessidades dos nossos pacientes que podem ver na instituição o seu cuidador número um”, explica, em nome da sua equipa, Teresa Magalhães, Presidente da Comissão Executiva.

Teresa Magalhães, de 47 anos, tem formação em gestão, administração hospitalar e saúde pública e passou por várias entidades durante o seu vasto percurso profissional que soma mais de 20 anos.

Entre as muitas experiências destacam-se as de gestão hospitalar, nos cargos de Assessora e Administradora do Centro Hospitalar de Lisboa Norte, EPE, no de vogal no Centro Hospitalar de Setúbal, EPE, e nas de docente, na Escola Nacional de Saúde Pública.

Ver também: Nova calculadora ajuda a prever risco de doenças cardiovasculares