Sardinhas assadas na brasa

Os motivos para comer sardinha, a rainha do verão

Por Nutrição & Fitness

O Santo António até já pode ter passado e se não foi em homenagem a este santo que comeu as tradicionais sardinhas, conhecidas como a rainha do verão, aproveite que vem aí o São João e o São Pedro para o fazer. Ou simplesmente alimente a sua saúde, naquela que é considerada a época da sardinha. E razões não faltam para o fazer.

É do site Nutrimento, o blog do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável, da Direção-Geral da Saúde, que vêm os motivos para comer sardinhas. E se dúvidas houvesse, fica a certeza de que devemos comer sardinhas, um alimento risco em ácidos gordos ómega 3.

E o que é que isso significa? Explica o artigo que aquela que é considerada a ‘rainha do verão’ é uma importante fonte de ácido eicosapentenóico e ácido docosahexanóico, nomes complicados que identificam substâncias importantes para a manutenção da saúde cardiovascular.

A isto junta a riqueza em, cálcio e vitamina D. De facto, provavelmente não sabia, mas “facilmente o consumo de duas a três sardinhas de tamanho médio supera o valor diário recomendado”.

Fresca ou em lata, no verão ou inverno

Se este ano ainda não comeu, não se preocupe. Tem vários meses para consumir a sardinha, mas se o verão chegar ao fim e não o tiver feito, pode sempre abrir uma lata, que também esta tem benefícios inegáveis para a saúde. 

Contas feitas, 100 gramas de sardinha em lata fornece qualquer coisa como 25 gramas de proteína de boa qualidade, “essencial ao crescimento muscular, regeneração de tecidos, produção de anticorpos e defesa das células, constituição de enzimas essenciais ao funcionamento e regulação dos tecidos e órgãos”.

Fornece ainda 68% da dose diária recomendada (DDR) de vitamina B12, a 149% da DDR de vitamina B12 e ferro, magnésio, fósforo, potássio e selénio “em quantidades apreciáveis”.

A isto junta-se cerca de cinco gramas de ácidos gordos polinsaturados e, como se isto não fosse suficiente, até 38% da DDR de cálcio, cortesia das espinhas.