tratamentos de infertilidade

Portugal continua sem resposta eficaz e atempada para casos de infertilidade

Por País

Quando, em maio de 2006, surgia a APFertilidade, “o acesso ao apoio à infertilidade apresentava várias limitações e dificuldades a nível médico, psicológico, social e económico para quem precisava de ajuda para concretizar o seu projeto de parentalidade”. Quatorze anos depois, Cláudia Vieira, presidente da associação, revela que há coisas que não mudam e pede mais apoios.

Ler Mais