Produtos naturais e medicamentos, uma relação que pode ser perigosa

riscos dos produtos naturais

São cada vez mais os casos de doentes que reportam interações entre medicamentos e produtos naturais. Foi devido ao crescente número de casos de interferências destas plantas na medicação que nasceu, em Coimbra, o Observatório de Interações Planta-Medicamento (OIPM), que tem como objetivo estudar as várias interações entre remédios caseiros e medicamentos, assim como a criação de uma base de dados com todas as interações já detetadas e que possam colocar os consumidores em risco.

Se o risco pode ser elevado para uma pessoa saudável, a combinação de medicamentos prescritos por médicos com produtos naturais pode ser ainda mais arriscada para doentes polimedicados, diabéticos, pessoas com cancro com ou infetadas com o vírus da sida, uma vez que aumenta a probabilidade de reações adversas.

Entre frutas, legumes ou plantas medicinais, como a anona, alcachofra ou hipericão, são cada vez mais as interações que têm vindo a ser encontradas, especialmente quando o consumo é feito em grandes quantidades.

[ngg src=”galleries” ids=”20″ display=”basic_thumbnail”]