baga de arónia para o pequeno-almoço

Há uma baga capaz de aumentar o poder do seu pequeno-almoço

Por Atualidade

É adepto de uma boa papa logo pela manhã? Então saiba que, para tornar este um pequeno-almoço à altura das preocupações com a saúde e bem-estar, há um ingrediente que lhe deve acrescentar: um super alimento chamado baga de arónia.

Doenças como diabetes tipo 2, cancro e doença cardíaca coronária são mais prevalentes do que nunca devido aos estilos de vida agitados e pouco saudáveis. O que faz aumentar a procura por superalimentos saudáveis ​​e que previnem doenças entre os consumidores preocupados com a saúde. Preocupação que tem contribuído para o nascimento de novas tendências dietéticas.

Fontes vegetais naturais ricas em antioxidantes podem ajudar a proteger o corpo contra doenças, assim como aumentar a eficiência física e mental. Por isso, os cientistas estão agora a desenvolver alimentos funcionais, como lanches, cereais matinais e papas com benefícios para a saúde que vão para além da nutrição normal.

Originárias da América do Norte, as bagas de arónia são uma das mais potentes em termos do seu conteúdo antioxidante. Para além da sua elevada concentração de antioxidantes, estão cheios de vitaminas e flavonóides, acreditando-se que tenham propriedades antienvelhecimento, fatores que só aumentam a sua popularidade.

No entanto, a capacidade antioxidante do fruto pode ser significativamente diminuída pelo calor ou pela oxidação durante o seu processamento. Agora, cientistas polacos descobriram que a baga de arónia é resistente ao calor durante o processo de produção das papas de milho.

Apresentada num artigo publicado na revista Open Chemistry, a investigação, feita pela autora Anna Oniszczuk e a sua equipa da Universidade de Medicina de Lublin, estudou a produção de papas de milho com quantidades variadas destas bagas.

E confirmou que o teor de antioxidantes e flavonóides das amostras de papa não se degradou durante o processo de produção, apesar das elevadas temperaturas usadas.