café ajuda a prolongar a vida

Benefícios do café confirmados: estudo garante que ajuda a prolongar a vida

Por Atualidade, Investigação & Inovação

Se é dos que já transformaram a ida ao café numa rotina diária, dos que não passam sem uma ou mais chávenas fumegantes todos os dias, nada tema. Há um novo estudo que deita por terra as dúvidas associadas aos benefícios do café, confirmando que pode ajudar a prolongar a vida.

Publicado na JAMA Internal Medicine, o trabalho conclui que “beber café está inversamente associado à mortalidade”, e isto independentemente da quantidade diária ingerida. Um efeito indiferente também ao tipo de metabolismo dos amantes desta bebida.

“Estas descobertas fornecem mais garantias de que o consumo de café pode fazer parte de uma dieta saudável”, revela ainda o mesmo estudo, que se socorreu de dados do Biobank do Reino Unido, uma base de dados com questionários de saúde, resultados de exames físicos e amostras biológicas de milhares de pessoas.

Os investigadores analisaram as informações fornecidas por cerca de 500.000 pessoas, que responderam a perguntas sobre o seu consumo de café, hábitos de tabaco e de ingestão de bebidas alcoólicas, histórico de saúde, entre outros, para avaliar os benefícios do café.

Foi com estes dados que foi possível comprovar os benefícios de longevidade associados a quase todos os níveis e tipos de consumo de café.

A redução de risco variou ligeiramente dependendo de quanto café foi consumido, do conteúdo de cafeína e se se tratava de café instantâneo ou moído. No entanto, no geral, quando comparando com quem não bebe café, aqueles que o faziam uma vez por dia tinham um risco 8% menor de morte prematura, uma taxa que subiu ligeiramente com o aumento do consumo – chegou aos 16% para os que bebem seis a sete chávenas por diárias, baixando para 14% quando se tratava dos que tomavam oito ou mais cafés diários.

Café pode mesmo ajudar a saúde

As notícias são boas, mas tendo em conta que este estudo foi apenas observacional, os especialistas consideram necessário aprofundar a investigação.

No entanto, este é mais um estudo que se junta à lista de vários salientam os benefícios do café, desmentido a suspeita de associação a doenças, como o cancro.