diabetes causa problemas orais

Diabéticos têm maior risco de problemas orais

Por Bem-estar

Afecta cerca de 177 milhões de pessoas em todo o mundo e a Organização Mundial de Saúde prevê que este número duplique até 2030. Falamos da diabetes, uma doença que traz consigo várias complicações, muitas das quais problemas orais, alerta Ricardo Faria Almeida, médico dentista da Best Quality Dental Centers (BQDC), no âmbito do Dia Mundial da Diabetes, que se assinala no próximo dia 14.

Cerca de 75% dos doentes diabéticos têm problemas orais, entre os quais a xerostomia, risco aumentado de cárie dentária e, com maior incidência, presença de problemas periodontais.

De facto, confirma o especialista, “a doença periodontal é considerada a sexta complicação da diabetes. E encontra-se bem documentado na literatura que indivíduos com diabetes mellitus têm um elevado risco de sofrerem de doença periodontal”.

Mas, acrescenta, “não é só a prevalência da doença periodontal que está aumentada em indivíduos diabéticos, mas também a sua progressão e severidade, que é mais rápida e agressiva. De notar que a periodontite é uma doença que tem consequências graves na gengiva, levando, no limite, à perda de dentes causada pela fragilidade óssea”.

Visita regular ao dentista é obrigatória

Não só a diabetes, considerada mesmo a epidemia do século XXI, leva à doença periodontal, como também esta agrava o estado da diabetes, “uma relação cíclica que se não for tratada não tem fim”, reforça o médico.

Por toda esta relação óbvia, o especialista da BQDC deixa um conselho: “é imperativo que todos os doentes diabéticos visitem o seu médico dentista com maior frequência de que um indivíduo saudável, pois um paciente diabético tratado periodontalmente tem menor risco de desenvolver problemas orais (como a perda de dentes) e apresenta um melhor controlo metabólico da sua diabetes, ou seja, melhora o seu estado da diabetes”.