São muitas as pessoas que, depois de terem ultrapassado a COVID-19 têm queda de cabelo, revelam os especialistas do Hackensack University Medical Center, nos EUA.

“A perda de cabelo que ocorre após a infeção por COVID-19 acontece devido à inflamação hiperativa no corpo”, explica o dermatologista Alexis Young, que já atendeu muitas pessoas com este problema. “A inflamação pode causar uma mudança no ciclo capilar.”

A perda de cabelo após uma infeção por COVID-19 tem geralmente início várias semanas até três meses após a infeção – quanto tempo dura pode variar de doente para doente, mas tem sido entre seis a nove meses. “A perda de cabelo após uma situação stressante não é incomum”, afirma o especialista, que acrescenta que “as pessoas podem ter queda de cabelo após o parto ou uma grande cirurgia, e agora estamos a ver os mesmos resultados após a infeção por COVID-19”.

Um estudo descobriu que, entre as pessoas que foram hospitalizadas com COVID, 22% estavam a lidar com queda de cabelo meses após receberem alta. No verão passado, o Institute of Trichologists (IoT), no Reino Unido, inquiriu os seus membros e descobriu que 79% tinham visto casos de “perda de cabelo pós-COVD” nas suas clínicas.

O Hackensack University Medical Center continua a tratar mais pessoas com COVID do que qualquer outro sistema de saúde em Nova Jersey. Atualmente, são milhares os que enfrentam os efeitos secundários persistentes, que exigem cuidados adicionais.