contactos presenciais

Menos nove milhões de contactos presenciais nos centros de saúde e rastreios oncológicos

Por COVID-19

O acesso dos doentes não Covid aos serviços de saúde continuou dificultado, mesmo antes da segunda vaga da pandemia. Os cuidados de saúde primários registaram, nos primeiros dez meses deste ano, menos nove milhões de contactos presenciais médicos e de enfermagem. Nos hospitais, os contactos presenciais sofreram uma redução de 2,7 milhões entre janeiro e outubro de 2020 em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Ler Mais