leite materno

As “bactérias boas” presentes no leite materno mudam ao longo do tempo

Por Investigação & Inovação

O conjunto de bactérias benéficas transmitido da mãe para o bebé através do leite materno muda significativamente com o tempo e pode atuar como uma injeção de reforço diária para a imunidade e o metabolismo dos mais pequenos, revela um estudo, realizado conduzida por cientistas de Montreal e Guatemala e publicado na revista Frontiers in Microbiology.

Ler Mais

Os 1000 dias de vida do bebé num novo livro inovador

Por Saúde Infantil

É nos primeiros 1000 dias de vida do bebé, que correspondem aos nove meses de duração média de uma gravidez mais os dois primeiros anos de vida, que ocorre a maior parte do crescimento e desenvolvimento corporal da criança e se estabelecem as bases para o seu estado de saúde, crescimento e desenvolvimento intelectual. É também nesta fase que existem muitas dúvidas e questões. É para lhes dar resposta que o pediatra Hugo Rodrigues lança um novo livro.

Ler Mais

fralda com sensor

Fralda “inteligente” avisa quando está molhada

Por Investigação & Inovação

Para algumas crianças, uma fralda molhada é motivo para choro, birras e queixas. Mas há bebés a quem o transporte da carga molhada nada parece incomodar. O problema é que, quando usada durante muito tempo, uma fralda molhada pode causar erupções cutâneas dolorosas e bebés – e pais – infelizes. Atentos a esta questão, investigadores do MIT criaram uma fralda ‘inteligente’, que alerta quando está molhada.

Ler Mais

chupeta com sensor

Biossensor em chupeta pode ajudar a monitorizar a saúde do recém-nascido

Por Investigação & Inovação

São conhecidos como dispositivos ‘wearables’, ou seja, que podem ser usados. Dos relógios aos óculos, passando pelos casacos ou ténis inteligentes, monitorizam de forma não invasiva a saúde e o estado físico e estão a crescer em popularidade entre os adultos. No entanto, a adaptação desta tecnologia para uso com bebés é difícil porque os dispositivos costumam ser volumosos ou possuem superfícies rígidas que podem prejudicar a pele delicada dos  mais pequenos. Até agora. É que um grupo de especialistas anuncia a criação de um biossensor aplicado na chupeta.

Ler Mais

peso da mãe

Peso da mãe antes da gravidez mais perigoso que aquele ganho na gestação

Por Investigação & Inovação

O peso da mãe ‘pesa’ na gravidez. Mas mais importante do que aquele que se ganha durante a gestação é o que já existia, revela um estudo internacional, no qual participou o Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP).

Publicado no Journal of the American Medical Association (JAMA), o estudo avaliou mais de 190 mil mulheres de 16 países, Portugal incluído, e verificou que complicações como a diabetes e a hipertensão gestacional, nascimentos prematuros, cesarianas, pré-eclampsia (tensão arterial alta e inchaço das pernas) ou baixo peso à nascença ocorreram em mais de 60% das mulheres que já eram obesas no início da gravidez.

Percentagem que baixou para 34% entre as mulheres que apresentavam um peso normal antes da gravidez.

Citada pelo Notícias UP, Ana Cristina Santos, uma das investigadoras do ISPUP envolvidas no estudo, refere que “a prevenção tem de ser feita no período pré-concecional”.

Um investimento que, acrescenta, “é importante, dado que temos assistido a um aumento da prevalência da obesidade em toda a população, mesmo nas mulheres em idade fértil”.

Grávidas portuguesas contribuem para trabalho

O objetivo inicial do trabalho era redefinir os intervalos de ganho de peso ideal durante a gravidez, tendo o estudo permitido “criar novos padrões do que seria o ótimo ganho de peso durante a gravidez, tendo em conta o Índice de Massa Corporal (IMC) antes da gestação”, reforça a investigadora.

O trabalho usou dados de mulheres que estiveram grávidas entre 1989 e 2015. De Portugal, foram usados dados de mais de sete mil mulheres, integradas na coorte Geração XXI, um estudo longitudinal que segue, desde 2005, 8600 participantes que nasceram nas maternidades públicas da Área Metropolitana do Porto.