A história parece rocambolesca: uma empresa que, através da Internet, vende lenços de papel usados. A questão que primeiro se destaca, depois, é claro, da careta de nojo que se impõe, é: mas quem é que haveria de pagar para ter lenços usados? A segunda, e não menos importante: para quê gastar dinheiro com algo que, infelizmente e sobretudo nesta época de gripe, a grande maioria de nós já tem? A resposta é dada num artigo publicado no site da revista Time: fornecer a possibilidade de cada um ter gripe quando e como quiser.

Daqui surge mais uma questão: mas quem é que, no seu juízo perfeito, quer ficar doente? 

“Acreditamos que quando a temporada da gripe chega, cada um deve ficar doente nos seus próprios termos”, lê-se no site da Vaev Tissue.

“Nós aqui não prescrevemos produtos químicos ou medicamentos. Acreditamos que o uso de lenços que transporta um espirro humano é mais seguro do que agulhas ou comprimidos”, acrescenta a mesma fonte.  

Uma ideia com muitos riscos

Por cerca de 70 euros, o site da Vaev Tissue ‘oferece’ a todos a possibilidade de ficarem doentes. Mas de acordo com Oliver Niessen, o fundador da empresa, isto acontece quando e como a pessoa quiser.

Em entrevista à Time, o empreendedor explica as vantagens de limpar o nariz a lenços Vaev alguns dias antes de, por exemplo, ir de férias, para que as mesmas possam ser descansadas. “Este tipo de liberdade, este tipo de luxo de poder escolher… nós personalizamos tudo nas nossas vidas e temos tudo da forma como queremos; então por que não abordar a doença também dessa forma”, questiona.

É também a revista Time – e, arriscamo-nos a dizer, o bom-senso – que, depois da consulta a um especialista em virologia, confirma que não é bem assim. A começar com o facto de existirem muitos vírus diferentes, sendo que a proteção conferida pelo lenço ranhoso, caso exista, se resume a um deles. Ou seja, lá se vai a teoria de que assoando o nariz a algo usado nos livra de ficar doente quando não queremos.

Mais, o destinatário do lenço não sabe qual o vírus que neste se encontra e como vai ser a sua reação ao mesmo, que pode vir a ser grave, sobretudo quando se trata de grupos de risco.

Produto esgotado

A consulta ao site confirma, de facto, a venda dos lenços ranhosos. No entanto, estes encontram-se, de momento, esgotados.