O Hospital Cruz Vermelha vai realizar a primeira reunião científica com foco nas principais técnicas minimamente invasivas para tratar a coluna. É já esta quinta-feira, dia 7, no Auditório dos Serviços Sociais da Câmara Municipal de Lisboa.

A reunião, destinadas a profissionais de saúde, conta com os mais reconhecidos especialistas mundiais na área, como Luigi Manfrè (Neurorradiologista, Hospital Cannizzaro Itália), Kieran Murphy (professor, Radiologista de Intervenção, Toronto Western Hospital, Toronto) ou Majid Khan (Neurorradiologista, Johns Hopkins Hospital, EUA).

Estes especialistas pretendem partilhar as suas experiências e alguns dos instrumentos que têm ao seu dispor para ajudar os doentes com discopatias como hérnias discais, patologia degenerativa facetária, sacroilíaca, fraturas, tumores, entre outros, assim como integrar as suas perspetivas sobre as doenças da coluna com os colegas portugueses.

Tratar a coluna: complexidades e desafios

“A patologia da coluna apresenta uma série de complexidades desafiantes para o médico dada a variedade de estruturas anatómicas e heterogeneidade histológica e funcional dos componentes envolvidos”, refere Miguel Cordeiro, especialista de neurorradiologia de intervenção e membro da comissão organizadora.

“É provavelmente a patologia com maior número de especialidades médicas envolvidas no seu tratamento, nomeadamente anestesia, medicina geral e familiar, medicina física e reabilitação, neurocirurgia, neurorradiologia, ortopedia, psiquiatria ou reumatologia, para além de contributos não médicos como fisioterapia, nutrição, psicologia, entre outras”, acrescenta.

“Por estas razões e dada a experiência do Hospital da Cruz Vermelha nesta área, decidimos reunir os melhores especialistas para falar sobre o que de melhor se faz no mundo nesta área.”

Com inscrição gratuita a reunião é destinada a todos os profissionais das áreas de anestesiologia, neurorradiologia, neurocirurgia, cirurgia ortopédica, fisiatria e clínica geral.