Coca-Cola lança novos produtos e reforça preocupação com saúde

Por Nutrição & Fitness

A evolução do mercado alimentar não tem passado despercebida à Coca-Cola, que não esconde a preocupação com as questões associadas à saúde. Depois de ter anunciado a intenção de reduzir, até 2020, o teor de açúcar presente nas bebidas em 12%, lança agora no mercado nacional novos produtos que vão de encontro a esta estratégia.

“As pessoas querem cada vez mais produtos naturais, querem saber o que consomem”, reforça Tiago Lima, Diretor de Relações Externas da Coca-Cola Portugal. Tendo isso em conta, a empresa apresenta as novidades à venda no nosso país: Aquarius Vive e Aquaruis Zero, opções de uma marca já vendida, mas estas com menos calorias e zero açúcar; Honest Tea, uma gama de chás biológicos de baixas calorias, que marca a estreia da empresa na categoria de bebidas biológicas e vegetais; e o Appletiser, um sumo de maçã ligeiramente gaseificado, sem açúcares adicionados.

“Preocupamo-nos em apresentar produtos cada vez mais saudáveis e com menor teor de açúcar”, confirma Esther Morillas, Diretora de Marketing da Coca-Cola Ibéria, durante a apresentação das novidades aos meios de comunicação social.

Na calha continua a introdução do esquema de cores nas embalagens, um semáforo destinado a orientar os consumidores no sentido de uma escolha mais saudável. Apesar de ainda não existirem timmings definidos, Tiago Lima confirma a realização de testes no mercado com vista à implementação do esquema com as cores vermelha, amarela e verde, que promete tornar mais compreensível a informação nutricional.

Inovar e diversificar com novos produtos

“Em apenas um ano, lançámos mais produtos que nos últimos 10”, afirma Tiago Lima, confirmando a mudança de estratégia da empresa, cada vez mais preocupada em “inovar e diversificar”, indo de encontro “aos interesses e estilos de vida dos consumidores”. E isto sem esquecer a saúde.

É por isso que, a partir de agora, os portugueses vão passar a ter à sua disposição os chás prontos a beber da marca Honest Tea nos sabores Limão e Flor de Laranjeira, Framboesa e Manjericão e Pêssego e Alecrim.

A esta novidade junta-se o Appleteiser, um sumo de maçã presente nas Ilhas Canárias há mais de 50 anos, e as novas versões do Aquarius, uma gama que viu reduzida entre os 30 e os 40% o teor de açúcar nas suas bebidas.

Uma garrafa de bebida da arca Coca-Cola

Coca-Cola Portugal reduz em 28% o açúcar nas bebidas desde o ano 2000

Por Nutrição & Fitness

Na guerra contra o consumo de açúcar excessivo, a Coca-Cola continua a dar passos, anunciado que, em Portugal, conseguiu reduzir 27,76% a adição de açúcares por litro do total de vendas de bebidas nos últimos 17 anos. Em 2017, a redução foi de 10,05% face ao ano anterior.

De resto, as bebidas sem açúcar ou sem calorias parecem estar a conquistar cada vez mais adeptos no nosso país, uma vez que as vendas destes produtos da Coca-Cola em 2017 corresponderam a 25% do total.

Para isto, tem sido feita uma aposta na inovação através de reformulações de produtos e novas opções com menos conteúdo de açúcar adicionado, informa a empresa em comunicado, assim como mais informação nutricional na etiquetagem para favorecer as decisões corretas do consumidor e a promoção da utilização de embalagens mais pequenas, para que as pessoas possam controlar o seu consumo de açúcar com mais facilidade.

A oferta de uma maior variedade de formatos e opções de embalagens mais pequenas vai ao encontro destes objetivos, o que tem contribuído para um maior controlo do consumo de açúcar.

São já 13 as embalagens, diferentes para cada ocasião. Um caminho que dá resposta aos gostos e necessidades atuais dos consumidores, com novas opções de bebidas que se procuram adaptar às preferências da população.

Coca-Cola – Mais informação nutricional sobre as bebidas

Tudo isto tem sido acompanhado por um reforço da difusão dos dados da informação nutricional de todas as suas bebidas, o que permite que as novas bebidas que não contêm açúcar sejam uma opção real.

garrafas de coca-cola

Coca Cola promete bebidas com menos açúcar – Notícias Saúde

Por Nutrição & Fitness

Reduzir em 12% o teor de açúcar até 2020 e introduzir um esquema de cores nos rótulos das embalagens, que simplifica as escolhas dos consumidores por opções de bebidas mais saudáveis, são algumas das novidades anunciadas pela Coca Cola.

Dentro da garrafa ou fora dela: a Coca Cola tem novidades, anunciadas num encontro onde a empresa reconheceu as preocupações crescentes na área da saúde, sobretudo no que diz respeito ao consumo excessivo de açúcar, e reforçou a necessidade de uma mudança, que acompanha as novas necessidades dos consumidores. E isto significa uma redução do teor de açúcar nas bebidas que comercializa e alterações nas embalagens.

“Estamos num mundo em constante mudança e temos que nos adaptar”, confirma Tiago Lima, Diretor de Relações Externas da Coca Cola Portugal. E isso passa pelo reforço de uma estratégia que conta já com 29 anos de existência: a de reduzir o teor de açúcar mas bebidas comercializadas pela empresa.

“Uma em cada três bebidas da marca Coca Cola é sem açúcar”, refere Rafael Urrialde, Diretor de Nutrição e Saúde da Coca Cola Ibéria. “E queremos que estas alternativas cresçam ainda mais”, acrescenta, reforçando que, desde 2000, a empresa reduziu o teor de açúcar nas suas bebidas em 23% (por litro na oferta total), esperando reduzir outros 12% entre 2017 e 2020.

Embalagens mais pequenas, menos consumo de açúcar

A contribuição para a redução de consumo de açúcar entre os portugueses não se fica pela oferta de alternativas sem açúcar, light ou zero, que correspondem já a 28 referências no portfólio da Coca Cola, ou pelo corte deste nas bebidas originais.

A tudo isto junta-se a redução do tamanho das embalagens, com a introdução das latas com 150 ml, assim como a especificação, nos rótulos, do número de doses (em copos) existente em cada embalagem.

Se dentro da garrafa se assistiram – e vão continuar a assistir – a mudanças, fora da embalagem o próximo ano traz também consigo a promessa de novidades. De resto, é para 2018 que está prevista a introdução de uma esquema de cores nos rótulos das embalagens de bebidas da marca, que facilitam ainda mais a identificação, por parte do consumidor, das escolhas mais saudáveis.

Um exemplo que vem do Reino Unido, onde este esquema (com as cores vermelha, amarela e verde) mostra, de forma simples e imediata, a quem compra, quais as opções mais em menos saudáveis. “Vai tornar mais compreensível a informação nutricional”, confirma Rafael Urrialde.

A Coca Cola junta-se, assim, a outras cinco empresas na área dos alimentos e bebidas que pretendem utilizar o mesmo esquema de cores para uso conjunto na União Europeia, aderindo a um “sistema único”, segundo Tiago Lima, que deixa ainda antever a chegada de novos produtos. Mas sobres estes o anúncio fica para depois.