Ambulâncias do INEM equipadas com monitores de sinais vitais que fazem ECG

ECG

Um investimento superior a 600 mil euros tornou possível que as Ambulâncias de Emergência Médica do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) tenham, a partir de agora, um novo monitor de sinais vitais que permite a realização de eletrocardiogramas (ECG). Com este equipamento, os técnicos de emergência pré-hospitalar do INEM ficam habilitados a aplicar o Protocolo de Dor Torácica.

“A disponibilização destes monitores nas 56 ambulâncias do Instituto vai traduzir-se numa melhoria da prestação de cuidados de saúde a quem deles necessita, designadamente a doentes com sinais e sintomas de patologia cardíaca”, lê-se num texto partilhado pelo INEM, que acrescenta que, todos os anos, são enviados meios de emergência para mais de 17 mil casos de dor torácica.

Os novos monitores permitem a realização de ECG de 12 derivações, além de outras funcionalidades essenciais para a prestação de socorro, como a desfibrilhação automática externa.

Através da aplicação do Protocolo de Dor Torácica, as equipas destas ambulâncias no terreno têm a possibilidade de realizar este exame e enviar os resultados para os médicos reguladores presentes nos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM, permitindo assim um encaminhamento mais adequado dos doentes.

“A utilização destes monitores vai contribuir para a identificação mais precoce de situações cujo atraso na implementação das medidas terapêuticas adequadas pode comprometer o prognóstico e, deste modo, possibilitar um melhor encaminhamento dos nossos doentes.”

Posts relacionados