Quais países europeus com população mais exposta ao novo coronavírus? A resposta chega através de um estudo, produzido por investigadores no âmbito da Cooperação Europeia em Ciência e Tecnologia (COST), que reúne cientistas de toda a Europa, aqui liderado por Grant Wyper, consultor de inteligência em saúde pública da Public Health Scotland no Reino Unido. 

De acordo com o investigador, o trabalho feito permitiu verificar que os países com as populações mais vulneráveis ​​são a Bulgária, Portugal, Letónia, Lituânia, Grécia, Alemanha, Estónia e Suécia.

“Avaliamos a vulnerabilidade de base populacional a doenças de longa duração ou morte por COVID-19 em 45 países europeus. Essa avaliação foi baseada na sobreposição de dois fatores: a parcela da população idosa de um país e os anos vividos com problemas de saúde subjacentes”, explica o investigador.

“É importante destacar que nossa avaliação fornece apenas uma medida básica da vulnerabilidade. Outros fatores irão ajustar a taxa de infeção e morte devido à COVID-19“, esclarece, aproveitando para reforçar que, “mesmo assim, esta avaliação é cada vez mais relevante à medida que a pandemia continua. As nossas descobertas podem ser um fator importante em investigações futuras para identificar riscos de linha de base em países individuais. Isso pode dar aos governos um ponto de partida para decisões sobre a proteção da população”.

Publicado na revista Archives of Public Health, o estudo teve como coautor Ian Grant, investigador principal na Public Health Scotland, que confirma que o trabalho está longe do fim. “Ainda temos mais de três anos pela frente. Continuaremos a expandir a nossa rede (atualmente mais de 220 investigadores de 37 países europeus), dando boas-vindas a especialistas de toda a Europa e além.”