Os hospitais de Santa Maria, São José (Lisboa), Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (Coimbra) e Santo António (Porto) foram ativados para a validação de casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus (Covid-19).

A Direção-Geral da Saúde anunciou a ativação de mais hospitais, que se juntam aos de referência e de primeira linha para os casos de Covid-19, ou seja, o Curry Cabral e o Dona Estefânia, em Lisboa, e o São João, no Porto. 

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou ainda que o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e o Hospital Curry Cabral passam a poder fazer análises laboratoriais aos casos suspeitos, análises que era, até então, feitas em exclusivo no Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, em Lisboa, e, mais recentemente, no Hospital S. João, no Porto.

Dois mil quartos de isolamento

Portugal conta ainda com dois mil quartos de isolamento nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde, ainda que, de acordo com a DGS, “qualquer zona possa ser transformada numa zona de isolamento” em caso de necessidade. 

As urgências dos hospitais “estão em alerta”, estando o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) a preparar o reforço de equipamento apropriado para que “qualquer ambulância” possa transportar até aos hospitais de referência pessoas suspeitas de infeção pelo novo coronavírus

Mais de 77 mil casos de coronavírus na China

Na Europa, de acordo com os dados da Organização Mundial da Saúde, contam-se atualmente 381 casos e 12 mortes confirmadas. 

Nas últimas 24 horas, Áustria (dois casos), Croácia (dois casos) e Suíça (um caso) davam conta dos primeiros casos. Na Alemanha era já 19 os casos confirmados, contando-se 12 em França e três em Espanha.

No resto do mundo, quatro novas nações – Afeganistão, Bahrain, Iraque e Omã – relatavam casos de coronavírus nas últimas horas existindo, a nível global, 80.239 confirmados, 77.780 dos quais na China, a origem da infeção, onde eram já 2.666 os mortos.