O segredo para viver mais tempo só ‘custa’ 30 minutos

viver mais tempo sem esforço

Costuma dizer-se que sem sacrifícios não há ganhos, máxima que se aplica ao exercício físico. Mas e se lhe disséssemos que não é preciso passar horas a fio no ginásio ou suar até cair para viver mais tempo? Há um novo estudo que garante que trocar meia hora parado por qualquer atividade física reduz o risco de morte prematura em até 35%. 

Realizado com cerca de 8.000 adultos de meia-idade e idosos, o trabalho, publicado online no American Journal of Epidemiology, destaca a importância do movimento para melhorar a saúde. Uma mensagem particularmente importante tendo em conta que a maioria dos adultos passa mais de oito horas por dia sentado.

Keith Diaz, professor de medicina da Universidade de Medicina da Universidade de Columbia, já tinha estudado o tema e confirmado que quem passa os dias sentado tem um risco superior de morte prematura do que aqueles que, embora sedentários, se levantam várias vezes ao dia.

Agora, era preciso saber, afinal, quanto tempo é necessário para combater os efeitos nocivos das horas passadas na cadeira.

Viver mais e melhor

Contas feitas pelos especialistas e percebeu-se que bastava substituir 30 minutos sentado por uma atividade física de baixa intensidade para reduzir em 17% o risco de morte prematura. Trocar esse mesmo tempo por uma atividade moderada a vigorosa seria duas vezes mais eficaz, reduzindo esse risco em 35%.

Mais ainda, descobriram os investigadores: bastam curtos períodos de atividade, de apenas um ou dois minutos, para se sentirem benefícios na saúde.

“Se tem um emprego ou estilo de vida que envolve muito tempo sentado, pode diminuir o risco de morte prematura, movendo-se com mais frequência, pelo tempo que quiser e conforme a sua capacidade permitir”, o que significa caminhar apenas, explica Keith Diaz.

Posts relacionados