É um centro inovador em Portugal, um espaço especializado em tratamentos cardiovasculares, que abre esta sexta-feira portas no Hospital Cruz Vermelha e que oferece, nesse mesmo dia rastreios cardiovasculares gratuitos à população.

Aberto 24 horas por dia, 365 dias por ano, o Heart Center distingue-se dos serviços clássicos de cardiologia ou da área cerebrovascular, por ser um centro dedicado à prevenção, através da prestação de cuidados de saúde especializados com base em tecnologias inovadoras e altamente diferenciadas e, ao mesmo tempo, a todo o tipo de tratamentos com procedimentos minimamente invasivos e cirurgias complexas.

Tudo com o apoio de uma equipa multidisciplinar, composta por especialistas de topo das diversas áreas, desde a cardiologia, cirurgia cardio-torácica ou cirurgia vascular, passando pelos exames complementares de diagnóstico como a ecocardiografia ou a imagiologia, até à reabilitação cardíaca, completando todo o ciclo.

“O doente encontra aqui resposta ampla para qualquer problema do foro cardiovascular, com um modelo integrado de abordagem, sempre da forma menos invasiva e mais efetiva possível, com acompanhamento constante e multidisciplinar em articulação com os vários níveis de cuidados e equipas, o que já se faz nos países mais avançados, como na Alemanha e Estados Unidos, mas que ainda falta trazer a Portugal”, refere Luis Baquero, coordenador do Heart Center.

Inovação sem igual no Hospital Cruz Vermelha

Os novos equipamentos deste centro são uma novidade em Portugal e primam por uma inovação sem igual.

“Os mais recentes equipamentos adquiridos permitem fazer o acompanhamento dos doentes em casa, com recurso à telessaúde e a transmissão de dados, que permitem avaliar e acompanhar sinais como a pressão arterial, o peso ou as arritmias”, reforça o especialista.

“O doente passa a ser parte ativa do seu tratamento, permanentemente acompanhado pela equipa médica. Temos dispositivos únicos com equipamentos de última geração, que vão permitir intervenções minimamente invasivas com redução de infeções e das incisões que permitem a redução de complicações.”

Ao nível do investimento, o Hospital Cruz Vermelha soma cerca de 10 milhões de euros aplicados neste projeto. Um investimento que, segundo Teresa Magalhães, presidente da Comissão Executiva do hospital, “faz sentido para a nossa estratégia, que passa por nos posicionar como centro de referência na prevenção e tratamento das doenças cardiovasculares. Sentimos que ainda há muito a fazer em Portugal na área das doenças cardiovasculares e queremos oferecer o que de melhor se faz em Portugal”.

O Heart Center vem, por fim e como princípio, consolidar os valores do hospital. “Prestar os melhores cuidados de saúde ao doente, através dos mais prestigiados meios técnicos e humanos, baseados no rigor e na melhor prática clínica. Serão sempre estes os valores do novo centro e do nosso hospital”.