Quando atingem a menopausa, muitas são as mulheres na faixa dos 40 e 50 anos que ficam surpreendidas com as alterações que ocorrem na sua pele e que incluem acne e manchas. Marcas que, apesar de serem inevitáveis, podem ser minimizadas, garantem os especialistas da Academia Americana de Dermatologia, que deixam dicas para cuidar da pele.

“Embora a flutuação das hormonas durante a menopausa possa ter como resultado várias alterações na pele, estas não precisam de prejudicar a vida quotidiana”, afirma a dermatologista Diane S. Berson.

“Com os cuidados certos, as mulheres podem continuar a ter uma pele saudável e sem manchas durante a meia-idade e além desta.”

Para cuidar da pele durante a menopausa, a especialista deixa alguns conselhos. Por exemplo, acalmar a pele seca. É que, nesta fase da vida da mulher, os níveis de estrogénio diminuem, provocando alterações na pele, como secura e comichão, o que pode ser especialmente percetível quando o ar está seco.

Prevenir a secura é possível lavando a pele com um produto suave, já que o sabão comum pode secar ainda mais. Após o banho, deve aplicar-se um hidratante com ácido hialurónico ou glicerina, sem esquecer zonas como o queixo e o pescoço.

Para ajudar a acalmar a comichão, há que aplicar uma compressa fria e húmida, que se pode fazer molhando uma toalha limpa ou pano em água fria e aplicando na pele, gesto após o qual se aplica o hidratante.

Pode também tomar-se um banho de aveia coloidal, produto calmante que está disponível na maioria das lojas de medicamentos e de beleza, banho esse que deve ser de água morna e não quente, secando depois a pele em vez de a esfregar, para evitar mais irritações.

Cuidar da pele para evitar manchas

São também as hormonas as responsáveis pelo desenvolvimento, em algumas mulheres, de acne durante a menopausa.

Se é o seu caso, a especialista aconselha a limpeza da pele com um produto com peróxido de benzoílo. No entanto, se a pele secar, há que o trocar por um mais suave.

Em qualquer dos casos, é essencial ser gentil com a pele, ou seja, evitar esfregar vigorosamente ou espremer as borbulhas, gesto que pode deixar cicatrizes.

Para prevenir o aparecimento das manchas, que costumam surgir no rosto, mãos, pescoço, braços ou peito, há que proteger a pele do sol, aplicando um protetor solar com fator de proteção de 30 ou superior. 

Se a aparência das manchas associadas à idade incomodar, são vários os produtos disponíveis que as podem ajudar a clarear, prescritos pelo dermatologista.

“Lembre-se: como o cancro de pele pode parecer uma mancha da idade e, como o risco deste cancro aumenta com a idade, é importante realizar autoexames regulares da pele durante a menopausa”, refere a especialista.