A APOGEN – Associação Portuguesa de Medicamentos Genéricos e Biossimilares vai promover, no próximo dia 7 de outubro, a e-conference “Valor em Saúde – o Compromisso dos Medicamentos Genéricos e Biossimilares”. A sessão será transmitida via streaming, entre as 09h15 e as 12h30. A inscrição é gratuita.

Temas como ‘Valor em Saúde’, ‘Custo e Financiamento na Doença Oncológica’, bem como o contributo dos medicamentos genéricos e biossimilares para gerar valor em saúde ao garantirem os resultados em saúde que têm importância para os doentes, mas de forma mais acessível, são alguns dos temas em destaque.

A iniciativa vai reunir profissionais de saúde, académicos, administradores hospitalares, economistas da saúde e associações de doentes, com o objetivo de, em conjunto, compilar Recomendações para a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia 2021.

Genéricos e a assebilidade

Devido à pandemia provocada pela COVID-19, muitos doentes com outras patologias têm enfrentando dificuldades de acesso, em tempo útil, a consultas, exames e cirurgias. Ao todo, mais de 15 000 cancros terão ficado por diagnosticar e mais de 4.490 mortes ficaram por explicar.

O que significa que o sistema de saúde vai ser confrontado com casos mais graves, em todas as patologias, vão necessitar de um maior investimento em profissionais de saúde, serviços e recursos em tecnologias de saúde.

Este será um dos temas de destaque da e-conference promovida pela APOGEN, em que se abordará o contributo direto dos medicamentos genéricos e biossimilares no tratamento da doença, e também o seu contributo indireto através de ganhos de eficiência.

As poupanças geradas podem ser reinvestidas noutros recursos de saúde que assegurem o acesso equitativo a medidas preventivas, cuidados de saúde e tecnologias de saúde para todos os cidadãos.

Cada vez mais, e particularmente num período de crise sanitária e económica, estes medicamentos são um importante instrumento estrutural de acessibilidade e de sustentabilidade financeira para as famílias portuguesas e para o orçamento geral do Estado.