Com o ano novo quase aí, está na hora das costumeiras resoluções, como fazer mais exercício ou reforçar a atenção ao que coloca no prato, aquelas que, pouco tempo depois, já caíram no esquecimento. Qual é então a melhor forma de manter estes hábitos saudáveis?

“Fazendo pequenas mudanças controláveis ​​ao longo do tempo, em vez de fazer muitas grandes mudanças ao mesmo tempo”, responde Monica Garvey, nutricionista clínica do Beth Israel Deaconess Medical Center, nos EUA.

“Trata-se de permitir que as pessoas encontrem estratégias simples para comer bem de uma maneira que funcione com seu estilo de vida.”

Para isso, a especialista sugere começar pelo planeamento. Comer de forma sensata geralmente começa com este passo. É que, ao planear refeições e lanches com antecedência, as pessoas podem evitar as más escolhas que acompanham a fome.

O melhor é tentar, no fim de semana, pensar nas refeições para a semana seguinte, incluindo a família para que todos possam praticar a tomada de decisões saudáveis.

O controlo de porções é outra forma de melhorar os hábitos alimentares. Por exemplo, tentar usar pratos mais pequenos nas refeições, que simplesmente não podem acomodar tanta comida. Se planear comer um lanche, coloque-o numa tigela pequena, em vez de comer do saco. Dessa forma, pode visualizar exatamente quanto vai consumir.

Pode também guardar as sobras para lanches, que controla a quantidade de comida ingerida e, ao mesmo tempo, permite economizar durante as manhãs movimentadas e incentiva a disponibilidade de opções saudáveis ​​já prontas.

Resoluções de ano novo para sempre

A especialista aconselha ainda a comer devagar e a reservar um tempo para considerar a resposta do seu corpo a diferentes sabores, texturas e cheiros durante a refeição. 

Porque a vida está cheia de festas de anos, feriados e outras celebrações que geralmente são preenchidas com opções de refeições e lanches menos saudáveis, levar uma opção saudável para partilhar, com foco nas frutas e legumes, pode ajudar a alcançar os objetivos nutricionais enquanto desfruta das festividades.

Aqui, o importante é que o foco se centre nas pequenas mudanças. Fazer muitas mudanças drásticas ou ao mesmo tempo geralmente leva à frustração e ao fracasso. “Tente trocar um donut por torrada com trigo integral ou coma uma maçã em vez de um biscoito. A lista pode continuar indefinidamente, mas o foco numa alteração de cada vez ajudará a tornar a alimentação melhor, mais fácil de gerir e menos frustrante.”