Vai de férias? A saúde oral não pode ser descurada

saúde oral

As férias estão a chegar, o que significa, para muitas famílias, o tão merecido descanso, que permite ‘desligar’ do ano de trabalho. As rotinas, os horários e os hábitos alimentares são muitas vezes alterados, mas os cuidados com a saúde oral devem ser mantidos, à semelhança do que acontece durante o ano. Um alerta de Luís Pedro Ferreira, médico dentista da Associação Best Quality Dental Centers (BQDC).

Em primeiro lugar, refere o especialista, “deve ser efetuada, como medida preventiva, uma visita ao médico dentista no período prévio às férias para que possam viajar descansados e evitar dissabores que possam alterar o plano de viagem. Para quem esteja em tratamento poderá estar indicado levar medicamentos ou produtos que possam ser necessários em caso de urgência”.

Em segundo lugar, “todos os produtos de higiene oral utilizados durante o ano também são imprescindíveis na mala nas férias. Nunca esquecer a escova de dentes em bom estado, pasta dentífrica, fio dentário e colutório. Um kit de bolso será uma boa opção para viagens longas permitindo assim uma adequada higiene oral, no mínimo após o pequeno-almoço e antes de dormir”.

Cuidados de saúde oral com os mais pequenos

Uma vez que esta época é típica de algumas extravagâncias alimentares, como ingestão de refrigerantes e gelados, nomeadamente nos intervalos das refeições, aumentando o risco de agressão ao esmalte dentário e gengivas, Luís Pedro Ferreira explica que é importante “optar por frutas na hora do lanche em detrimento aos alimentos cheios de açúcar, uma alternativa bem mais saudável”.

E para as crianças que passam muito tempo no campo de férias em desportos radicais: “devem ser utilizados protetores bucais e capacete de forma a prevenir acidentes mais graves”.

O especialista alerta ainda que, “no caso de ocorrer um traumatismo dentário, é conveniente ir ao dentista pois um tratamento precoce minimiza o risco de complicações posteriores. No caso dos dentes temporários estes podem afetar diretamente a formação dos definitivos na forma, cor e direção de erupção”.

Se um dente permanente for acidentalmente removido, “é importante procurar rapidamente um dentista, conservando o dente em soro, leite ou saliva, ou inserindo-o cuidadosamente na sua posição inicial, segurando pela coroa e mantendo-o no local pedindo que morda uma gaze, até chegar ao profissional”.

“Prevenção significa saúde, inteligência e investimento. Pessoas inteligentes investem na prevenção e boa saúde”, recomenda Luís Pedro Ferreira. 

Posts relacionados