Quase 9.000 doentes com hepatite C curados

Medicamento para tratar a hepatite C

Foram mais de 15 mil os doentes que, nos últimos três anos, deram início a tratamentos para a hepatite C, revelam os dados do Portal da Hepatite C, gerido pelo Infarmed, que confirmam uma taxa de cura de 97% (8.870 doentes).

De acordo com a mesma fonte, até ao passado dia 14 de fevereiro foram autorizados 18.929 tratamentos no País, a maioria em doentes do sexo masculino (73%) com uma idade média de 50 anos (55 no caso das mulheres).

Os mesmos dados permitem confirmar que o número de doentes em fase precoce de tratamento está a crescer, “o que claramente beneficia o prognóstico e o aumento da qualidade de vida”, revela o Infarmed.

Há 130 milhões no mundo com hepatite C

A hepatite é uma inflamação do fígado provocada por um vírus, que representa um elevado risco para a saúde, tendo em conta que existem cerca de 240 milhões de pessoas com infeções crónicas por hepatite B e cerca de 130 a 150 milhões de pessoas infetadas pelo vírus da hepatite C.

Trata-se de um problema que se pode tornar crónico, dando origem a cirroses, insuficiência hepática e até mesmo cancro.

Segundo a informação disponibilizada pela Organização Mundial de Saúde, estima-se que, todos os anos, surjam qualquer coisa como três a quatro milhões de novos casos no planeta, com a prevalência do vírus a variar consoante a região do mundo.

Por cá, esta é uma das principais causas de cirrose e de carcinoma hepatocelular. E ainda que certezas não existam, acredita-se que haja 150 mil pessoas infectadas, estando a maioria por diagnosticar.

Posts relacionados