Qual o melhor tratamento inicial para uma queimadura? A resposta é simples: água.

É da revista Annals of Emergency Medicine que vem a informação, partilhada em forma de estudo realizado por especialistas australianos. Um trabalho que revela que passar a queimadura de uma criança por água corrente é o melhor tratamento inicial, reduzindo a necessidade de um enxerto de pele, acelerando a cicatrização e diminuindo o risco de internamento ou cirurgia.

“Se uma criança se queima, o primeiro tratamento deve ser de 20 minutos de água corrente fria”, refere em comunicado Bronwyn R. Griffin, do Centro de Investigação em Saúde da Criança da Universidade de Queensland (Austrália) e coautor do estudo.

“A água corrente fria é mais eficaz imediatamente após a queimadura, mas as evidências sugerem que continua a ser benéfica até três horas após uma lesão.”

Menor risco de cicatrizes

De acordo com o estudo, que avaliou 2.495 crianças de um hospital infantil com idade média de dois anos e queimaduras por líquido ou vapor, nos braços ou nas pernas, aquelas que receberam primeiros socorros adequados, com 20 minutos ou mais de água corrente, viram reduzido em mais de 40% a probabilidade de colocação de um enxerto de pele.

Método que foi ainda associado a um risco 35,8% mais reduzido de admissão hospitalar e 42,4% mais baixo de tratamento numa sala de cirurgia.

Nas pessoas que não precisaram de enxerto, a velocidade de cicatrização foi mais rápida com a administração de qualquer água fria corrente, o que é importante porque a cura mais rápida reduz o risco de cicatrizes, observam ainda os autores.

Os resultados do estudo confirmam que as queimaduras arrefecidas com água corrente sararam melhor do que aquelas que não receberam primeiros socorros ou que tiveram direito a uma alternativa à água fria corrente.

Recomendações para queimadura

A duração ideal da terapia com água corrente fria é ainda alvo de discussão. A associação australiana, britânica e europeia de queimados recomendam 20 minutos de água corrente fria.

A norte-americana pede cinco ou mais minutos, enquanto a Cruz Vermelha Britânica recomenda 10 minutos ou mais. Este estudo dá mais suporte à recomendação de 20 minutos completos.

“Seja um pai ou um paramédico, é altamente recomendável administrar 20 minutos de água corrente fria na queimadura de uma criança. Essa é a forma mais eficaz de diminuir a gravidade dos danos nos tecidos de todas as queimaduras térmicas”, conclui Griffin.