Como é que uma dieta rica em vegetais pode afetar a saúde sexual dos homens

saúde sexual

O impacto das dietas à base de vegetais na saúde dos homens está na ordem do dia, sobretudo porque são muitos as que as rejeitam por medo de que comer menos carne possa impactar negativamente os seus níveis de testosterona e a sua saúde sexual.

“Os homens costumam perguntar sobre o que podem fazer para manter os níveis de antígeno específico da próstata (PSA) baixos ou prevenir o cancro da próstata“, refere Mark L. Gonzalgo, professor e vice-presidente de Urologia da Miller School of Medicine, da Universidade de Miami.

Dietas saudáveis ​​à base de vegetais estão entre as alterações associadas ao estilo de vida que podem fazer a diferença na saúde. Mas isso não significa necessariamente eliminar a carne, senão apostar no consumo de mais grãos inteiros, frutas, vegetais, frutos secos e leguminosas e menos proteína animal, reforça o médico.

No entanto, permanecem equívocos entre os homens sobre dietas à base de vegetais, explica Ranjith Ramasamy, professor associado e diretor do Programa de Urologia Reprodutiva da Miller School.

“Tradicionalmente, os homens pensavam que muita proteína, especificamente proteína animal, era necessária para manter os níveis de testosterona e, indiretamente, que estava relacionada com a manutenção da função erétil”, refere o especialista.

No entanto, as dúvidas caem por terra com os estudos realizados por investigadores da Miller School que sugerem que as dietas baseadas em vegetais podem melhorar a testosterona sérica e a função erétil.

Saúde sexual e a dieta

Um deles analisa os hábitos alimentares de quase 1.400 homens e os seus níveis de PSA que é, segundo Ali Mouzannar, um dos autores deste estudo, “um marcador sensível ao cancro da próstata. Doentes com PSA elevado requerem avaliação adicional com biópsia da próstata para descartar a hipótese de cancro”, confirma.

“Vários estudos têm mostrado que o cancro da próstata mais agressivo pode estar associado ao consumo elevado de carne. Além disso, há evidências crescentes de que os alimentos de origem animal têm sido associados às emissões com efeito de estufa e ao risco de mortalidade por todas as causas”, reforça o investigador, que acrescenta: “várias outras publicações sugerem que as frutas e vegetais podem ter efeito protetor contra o cancro da próstata”.

Mouzannar e os colegas analisaram, por isso, as dietas masculinas e os níveis de PSA e descobriram que os homens que consumiam mais frutas, vegetais e outros alimentos vegetais saudáveis ​​e menos carne tinham níveis de PSA mais baixos do que homens que consumiam mais carne ou dietas menos saudáveis.

São necessários, dizem, mais estudos sobre o tema para determinar se a dieta causa níveis mais baixos de PSA, mas enquanto isso não acontece, os urologistas podem – e devem – recomendar mudanças alimentares.

“A mensagem importante deste estudo é que parece que a adoção de uma dieta baseada em vegetais pode estar associada a níveis mais baixos de PSA e certamente pode ser incorporada em estilos de vida mais saudáveis”, refere Gonzalgo, que também é um dos autores deste estudo.

Comer mais proteína não perece melhorar a ereção

Ao contrário da crença de que comer mais proteína animal melhora a função erétil e os níveis de testosterona nos homens, os investigadores da Miller School não encontraram nenhum impacto de uma dieta saudável à base de vegetais nos níveis de testosterona, mas encontraram sim um impacto positivo na adoção desta opção alimentar na função erétil.

Dos 2.550 homens estudados, “1.085 apresentavam algum grau de disfunção erétil e após realizar uma análise, verificámos que o aumento do consumo da dieta baseada em vegetais está associado à diminuição do risco de disfunção erétil”, afirma Ruben Blachman-Braun, autor deste estudo.

“Isso não significa que optar por uma dieta baseada em vegetais melhora as ereções. E mostra que esta dieta não afeta negativamente as ereções e que a adoção de um estilo de vida mais saudável, com o aumento do consumo baseado em vegetais, pode potencialmente levar a melhores ereções.”

Posts relacionados