Para muitos portugueses, a prática de exercício físico costuma ser sinónimo de investimento, não só de tempo, mas dinheiro. A nova campanha nacional quer deitar por terra este mito e lança um desafio: “Siga o Assobio”.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) junta-se ao Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), com o apoio da Federação Portuguesa de Futebol, para mostrar aos portugueses que praticar exercício físico pode ser fácil, acessível e entusiasmante.

“Uma grande parte da população adulta portuguesa tem dificuldades em integrar a prática de exercício físico no seu dia a dia. Segundo o Eurobarómetro, a falta de tempo e de motivação são duas das principais razões apresentadas”, lê-se no comunicado da DGS.

“Tendo em conta que é esta faixa da população que assume atualmente as decisões familiares e que continuará a ser agente social nos próximos 15-20 anos, o investimento na prevenção e determinantes da sua saúde é uma prioridade para a sociedade e sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde (SNS)”, acrescenta.

Por isso, “Siga o Assobio” quando estiver à espera do elevador, preferindo as escadas ou quando estiver sentado no sofá sem nada para fazer, trocando-o por uma caminhada. Porque “todos os dias, há muitos momentos de glória que esperam por si. Para os encontrar, não é preciso estar em forma, não é preciso equipamento especial, não é preciso mais tempo…”

Avaliação da adesão ao exercício físico 

Uma campanha que se apresenta como inovadora, uma vez que é sustentada por um protocolo formal de avaliação de impacto, fazendo jus às melhores práticas nesta área. Ou seja, finda a mesma, irá ter lugar uma avaliação, que irá considerar todos os objetivos: reconhecimento e afinidade, atitudes e crenças, motivações e intenção, sendo os resultados preliminares apresentados no último trimestre de 2019.